sábado, 7 de agosto de 2010

A rosa

créditos da foto: Flávio Offer


Os pássaros cantam.
A rosa...
a rosa se cala
em busca de encantos
provindos da própria alma!



*** Poesia do Livro "Cata Ventos", 2005.

Um comentário:

Valvesta disse...

Parabéns, se és
ou se cultivas a idéia de ser papai amado na pureza de um filho.
Um grande abraço
com carinho da amiga.

*

“É o amor que pousou na terra
A face mais bela da poesia
A calmaria pós tempestade
A saudade que não se descreve…

No silêncio és minha prece
E até parece que posso tocá-lo…
Só após teus carinhos me calo
E então me ponho a dormir…

Sou uma criança que ainda te chama
Quer teus conselhos, os brinquedos…
E o beijo de boa noite na cama
Dizer-te do meu amor, do meu orgulho
Por ter tido o melhor PAI desse mundo
E conhecido o valor de quem AMA”
Autor: Rose Felliciano