sexta-feira, 19 de abril de 2013

sobre o sentido da vida (vulgo motivo da minha vida de merda)

na vida, há o escrito
que assim como as coisas escritas,
podem ser apagadas e reescritas de um jeito melhor
(ou mais conveniente)

- um ctrl+z louco e místico, digamos assim -

e há o inevitável
- porque o destino é sim senhor um filho de uma puta sádico -

o inevitável é natural por natureza
acontece de repente já era já foi agora aguenta

então
já que não dá pra saber
se vem sol ou chuva

restam-me as janelas