quarta-feira, 1 de maio de 2013

nascituro


o enfermiço traz a sintonia
dos que praguejam
com lucidez redobrada
não consegue mais dormir

aprende e sonha
e pouco mais resta
ao ser o abortado
rejeitado e extirpado

a metrópole podre ferve
adoece de suas crias
e promove a queima breve
dos que invejam solenes

efêmero ser encerra
sua pequena tarefa
não arrota desaforos
apenas exala o cheiro
do caos metropolitano.



Um comentário:

Pedra do Sertão disse...

Olá, pessoal,

Passando para me atualizar com a leitura de vocês!

Abraço do Pedra