quarta-feira, 7 de abril de 2010

Nasci Simplesmente*


Nasci simplesmente
na arte de viver,
e vou prosseguindo
luta após luta;
volto ao casulo,
estou mudo,
sem palavra,
sem verso,
sem nada...
Sou simplesmente
namorado da lua,
poeta enclausurado
no umbigo do universo
e meus versos
são simples
como o olhar da coruja
que de cima do telhado
observa a madrugada.

(*)Poema do livro ITINERÁRIO FRAGMENTADO

13 comentários:

Valvesta disse...

Nos seus versos a profundidade, e conciencia; te convido a visitar meu blog, deixo um beijo de muito carinho.

( ainda me enteressa sus livros, em breve vou querer alguns )

Larissa Marques disse...

quem propaga tem visita, isso eu sempre digo!
ótimo escrito!

isaias de faria disse...

que massa flávio. o ollar da coruja foi bem comparado com sua poética.
bom ler poemas teus.
abraço

Cássio Amaral disse...

flavio,

bons versos. eu vou fazer seu resumo e de nolli no shovong ,depois, ainda estou arrumando a mudança,me inteirando de santa catarina. bom saber que vc,nolli e isaias estao por aqui.

grande abraço meu camarada

ElLeNzYnHa!!!!!! disse...

Lindo,lindo como todos os teus versos amigo..
Adoro sua poesia...
Bijosssss

L. Rafael Nolli disse...

Cara, mandando muito bem! ótimos poemas! Abraços.

"Monica Mamede" disse...

Adorei.Me senti circunscrita nos teus versos.

Abraços,

Glauber Vieira disse...

Que foto linda...

Gostei também do texto, a simplicidade ás vezes faz falta em alguns meios.

Fabrício Brandão disse...

Versos revestidos de simplicidade pungente vêm se somar a uma corrente de sentimentos que não cabem em si, espécie do algo incontido enquanto torrente nossa de mistérios.

Abraços, Flávio, e como é bom poder presenciar o trabalho de espaços como o Manufatura!

Márcia Maia disse...

Bem legal, Flávio. E eu que não conhecia o Manufatura?!

Flávio Otávio Ferreira disse...

Veleu pessoal!
Muito obrigado a todos, pela visita e comentários!!!
Abraços!
Paz e Literatura, sempre!!!

Cris Linardi disse...

Amei, amei, amei...por causa da simplicidade. O que é mais simples me excita como aroma fraco e irresistível, desses que necessitam de aguçada sensibilidade pra sentir.
Beijo!

Jal Magalhães disse...

Parabéns... belas palavras espalhadas por todo o site!