terça-feira, 1 de junho de 2010

o circo






















se dissesse que não gostava do espetáculo ririam de mim. tenho antipatia por palhaços, pois se parecem comigo. minha desgraça é pano de fundo para a alegria alheia. a platéia esperava ansiosa pelo globo da morte, o barulho ensurdecedor para quem não quer ouvir mais nada. no décimo oitavo capítulo as labaredas giravam na mão daquele homem, segurava as adagas como se não cortassem. o público vibrava e a roda girava num ritmo frenético. ela era o alvo do atirador de facas.

4 comentários:

CeliaAlma disse...

O Circo é a Arte de expor as tristezas e fazer rir e chorar. bJOS

MA disse...

Gracias amiga por tu comentario dejado en mi blog, desde este momento soy seguidora de tu blog .
Un abrazo de MA pàra ti

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

adoro imagens de palhaços

Larissa Marques disse...

sou eu!