terça-feira, 22 de março de 2011

Vontade de Você

Hoje eu acordei com vontade de você. Vontade de te ver. Vontade, simplesmente, sem por que ou para que. Vontade de ter sua cabeça repousada em meu peito e poder sentir o cheiro dos seus cabelos. Vontade de poder ouvir, no silêncio de nossas palavras, tudo que você não me dizia. Acordei com vontade de poder voltar no tempo e não cometer os mesmos erros e poder consertar no momento exato em que as coisas começaram a mudar. Acordei com vontade de ligar e ouvir sua voz. Acordei não querendo ter todas essas vontades, mas elas simplesmente vieram, como se uma barreira se rompesse e o rio das emoções voltasse a correr de forma devastadora.

Hoje eu acordei pensando em como poderia ter sido, pensando nos “Se´s” que mudariam tudo. Se eu não tivesse ficado desempregado, se eu não tivesse começado a entrar em depressão, se eu não tivesse me apegado, se eu tivesse dado mais espaço. E esse é o problema do “se”, só pensamos nele quando é tarde demais. Hoje eu acordei com a esperança de que você também estivesse pensando em mim como pensou um dia. Hoje eu acordei sem medo de sua rejeição. Hoje eu acordei sem medo de ser eu e dos meus sentimentos. Hoje acordei sem culpa de incomodar você. Hoje eu acordei sem tempo para pedir desculpas por não ter evitado o que aconteceu. Hoje eu acordei querendo fazer o que não fiz quando tudo terminou, acordei querendo lutar por você.

Hoje eu acordei com a estranha sensação que o dia seria diferente. Hoje eu acordei querendo dizer todas essas coisas e ter uma resposta. Hoje eu resolvi parar de fingir que não existe mais amor. Hoje descobri que tenho dificuldade para assimilar coisas que mudam rápido demais, como por exemplo, a velocidade com que seus sentimentos mudaram. Hoje acordei sem medo de ser destratado.

Por hoje me esqueci da minha nova realidade, nem mais triste, nem mais feliz, nem mais calma, nem mais louca, apenas diferente. Somente por hoje permito-me escrever essas coisas e não criar a esperança de que tudo mude. Somente por hoje, deixo aflorar esse sentimento que há tanto tempo estava guardado. Somente por hoje, permito-me lutar por uma causa perdida. Somente hoje, faço o que devia ter feito há tempos atrás.

Isto tudo porque hoje acordei assim: com vontade de você. Acordei com o único desejo de que a minha loucura de te procurar seja perdoada, porque metade de mim é amor, e a outra metade, também.


Este e outros textos você encontra no Livro "Escritos Esparsos" (mais informações:clique aqui)

2 comentários:

Joana Masen disse...

Adorei!

Paco * disse...

ai que lindo!