terça-feira, 4 de setembro de 2007

pés de nuvens

(waves of colors - by tju tjuu @www.deviantart.com)


As ondas
das ruas onde pisam
meus pés de nuvens
nuas cores que passam
através
do tempo ligeiro
escorrem
pelos bueiros
e pelo revés
do amarelo do entremeio
dos portões da vida


7 comentários:

alexandre disse...

Que viagem a sua poesia Caroline!

Bjs.

Cátia disse...

E a poeta hein?
Sempre tocando nos detalhes mais escondidos.

mino japa sjp disse...

é sim poetamulherguerreira, insinuante esses seus versos,
distante de improvisos e objetivos,
nos remete a uma pergunta sem lógica, porém oportuna:
Prá que tanto portão se pouco é o tempo?

até a próxima

*Caroline Schneider* disse...

Muitos portões
Escasso o tempo
Realidade eu vejo
Neste mundo que roda
Num lampejo

;)

JoaoSchneider disse...

Lindo!

Do papai orgulhoso da filha valente

Leandro Jardim disse...

Puxa, belíssimo!

Olá dona Carol, quanto tempo!
Saudades de suas sempre belas palavras!

beiJardins

Larissa Marques disse...

Ai que as ondas são constantes reviravoltas nas areias de nossos destinos. Lindo poema!