domingo, 13 de maio de 2007

Minha Doce Vampira


Teu gosto está impregnado em minha pele,

Gosto de sangue de dia seguinte,

Coagulado, seco e ruim,

Mas continua em mim.



Pois ontem perdeste-te,

Entregaste tua alma aos meus loucos desejos,

Por que na entrega são criaturas que vejo,

A me possuir, zombar de mim,

Sodomizar.



E desse modo grotesco, assim,

Me teve, fui tua, cravei em tua pele

Meus dentes, minha unha,corrosiva febre,

Das paixões lascivas que tanto procuro

E que a noite sempre me concebe.



Te tive e fomos coladas, uma só carne,

De criador virei criatura,

De gato, fui lebre

E num êxtase de meu macabro delírio,

Te fiz vampira e hoje é a mim que bebe,



Farta-te,

Deve...



www.memorteme.blogspot.com

11 comentários:

Doctor t. disse...

Me lembrou do filme: Entrevista com o vampiro.
Criador, subjulgado pela criatura, com estranho ( prazerozo ) consetimento. Me morda também !!
Incrível ME, não há pausas na lída,
é contínuo e prazeroso!!

Parabéns!!
besos!!

Klotz disse...

Lascivo, forte, profundo, carnal.

Entrega e posse. Posse e entrega.

Thin White Duke disse...

estilo mais forte de Me
gostei!

medusa que costura insanidades disse...

esse é o estilo marcante da Me...possessivo,corrosivo,sensual...dá agúa na boca

Larissa Marques disse...

Essa é a Me, eita menina porreta! Poesia recheada de erotismo, muito boa!

Flávio Otávio Ferreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flávio Otávio Ferreira disse...

Erotismo puro. Um quê de insanidade das lascivas paixões...
belo belo belo... Parabéns.
abs.
Paz e Literatura sempre!

Alexandre disse...

São aqueles desejos ocultos, ou ocultos aqueles mistérios que se revelam, mas que continuam secretos e desejos!
Bela!

Claudia Menezes disse...

Muito legal .. Meio que selvagem .. Ficou muito legal .. Te faz transportar para um mundo de vampiros .. Beijins ..

[barba] Uonderias disse...

Me, pessoalmente não gosto desse estilo
já gostei um dia!
mas saturei

Glauber Vieira disse...

Essa é a Me que eu conheço, muito bom, texto excitante (a começar pela bela ilustração).